PLANOS DE AULA

Dados da Aula

TRABALHANDO COM BLOCOS LÓGICOS

O que o aluno poderá aprender com esta aula
Expressar por meio da linguagem a forma dos blocos lógicos, as cores, as espessuras e os tamanhos; expressar a semelhança entre peças que não conservam igualdade, argumentando com base em um ou dois atributos essenciais.
Duração das atividades
2 aula com diferentes momentos de 30 minutos de duração. Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Reconhecer formas, cores, e espessuras.
Estratégias e recursos da aula
Atividade 1 - Encontrar semelhanças entre os diferentes blocos lógicos

1º momento – O professor faz um bingo, distribui peças nas mesas com quatro crianças e mostra um cartão amarelo e anuncia a cor, as crianças retiram do montante todas as peças amarelas. Depois se pronunciam marcando a diferença entre as peças e destacando a semelhança da cor.

2º momento – O professor anuncia que as crianças têm 5 minutos para lembrar de um objeto amarelo, que não seja nenhuma peça do bloco lógico. Passados os cinco minutos, os grupos vão dizendo o que foi lembrado. Em seguida, a turma faz a contagem dos objetos de cada grupo para saber qual deles teve uma lembrança mais ativa.


Atividade 2 – Encontrar semelhança entre peças similares dos blocos lógicos

1º momento – O professor apresenta às crianças um circulo e elas procuram no montante as peças semelhantes. Em seguida, dizem o nome da peça, desenha e descrevem oralmente as peças retiradas, o professor transcreve as características ditas pelas crianças e em seguida, faz o jogo da eliminação das características que não estão em todas as peças, deixando somente aquelas que estão em todas.

2º momento – O professor anuncia que as crianças têm 5 minutos para lembrar de objetos parecidos com circulos que têm nos carros e nos seus quartos. Terminado os cinco minutos, as crianças analisam qual o grupo que lembrou de mais objetos.

Atividade 3 – Procurar peças nos blocos lógicos pela negação

1º Momento – O professor faz uma gincana, cada mesa com quatro crianças devem encontrar a peça e levantar para cima, quando a professora disser já! O jogo inicia com o professor fazendo uma negativa:

a) uma peça que não seja circulo!

b) Uma peça que não seja quadrada

c) Uma peça que não seja triangular

d) Uma peça que não seja retangular

Obs. O professor deve fazer o jogo como se fosse um bingo, priorizando a velocidade.

2º momento – O professor solicita as crianças que lembrem de um objeto da escola que não seja quadrado e o desenhe. Nesse momento ele avisa que as crianças terão cinco minutos para pensar e desenhar, em quanto isso, ele marca a hora no relógio, terminado o tempo anuncia: terminou e ninguém mais pode desenhar.

3º momento – O professor solicita que as crianças falem dos seus desenhos e provem por que o objeto não é quadrado.
Recursos Complementares
SIMONS, Ursula. Blocos lógicos: 150 exercícios para flexibilizar o raciocínio. Petrópolis, RJ: Vozes,RN:
Avaliação
Na avaliação as crianças desenvolveram os exercícios de linguagem oral e escrita, falando e escrevendo para denominar as diferentes formas dos blocos lógicos; falaram sobre outros atributos dos blocos, como cores, espessuras e tamanhos diferentes; expressam a semelhança entre peças, argumentando com base em um ou dois atributos.


Aula sobre reciclagem


Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
As crianças na faixa etária de 5 anos de idade poderão aprender com esta aula:

• Conhecer e perceber a importância da reciclagem para o meio ambiente;

• Identificar os produtos que podem ou não podem ser reciclados;

• Distinguir os produtos que podem ser reciclados e reaproveitados;

• Conscientizar a comunidade escolar da importância da coleta seletiva do lixo;

• Elaboração de panfletos para conscientização da comunidade;

• Desenvolver atitudes de conscientização na preservação do meio ambiente.
Duração das atividades
Cada atividade será desenvolvida em diferentes momentos com duração aproximada de 45 minutos. Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Essa aula não necessita de conhecimentos prévios.

Estratégias e recursos da aula
Atividade 1: Assistir um documentário sobre reciclagem

1º Momento: O professor deverá inicialmente conversar com as crianças sobre a reciclagem, questionando-as:

■O que é reciclagem?
■O que é reutilizar?
■Por que é importante reciclar e reutilizar?
■Quem faz coleta seletiva de lixo em casa?
■Quais são as consequências quando não se faz a coleta seletiva do lixo?
Depois o professor exibe para as crianças um documentário sobre reciclagem. (As Sugestões se encontram nos recursos complementares).

2º Momento: Ao final da exibição do documentário, o professor deverá fazer uma avaliação sobre o que assistiram, questionando as crianças sobre o que aprenderam. (Sobre o conceito de reciclagem, sua importância e a diferença entre reciclagem e reutilização).

3º Momento: O professor devera realizar com as crianças uma lista de coisas que podem ser recicladas ou não. Nesse momento o professor de questionar as crianças:

■As garrafas pet podem ser recicladas?
■ E as de vidro? Será que posso reciclar restos de comida?
■E o papel posso reciclar?
■Qual papel pode ser reciclado?
O professor deve organizar a lista e colocá-la junto ao mural.

RECURSO DIDÁTICO: Exemplo de lista

PODE SER RECICLADO...

■-Garrafa e pote de vidro;
■- Garrafa pet;
■- Sacola de plástico;
■- Papel e papelão seco;
■- Latas de aço e de alumínio;
■- Isopor;
■- Lâmpadas incandescentes e fluorescentes;
■- Papel alumínio, etc.
NÃO PODE SER RECICLADO...

■- Lenço de papel, papel higiênico, fraldas descartáveis e absorventes
■ - Esponja de aço;
■- Aparelho de barbear;
■- Espelho; - Clipe e grampo;
■- Tomada, cabo de panela, etc.
Recurso Didático: Imagens do que pode e não pode ser reciclado



Atividade 2– A Reciclagem começa na escola

1º Momento: O professor durante a roda deverá instigar as crianças a responderem algumas questões sobre a reciclagem.

■ Vocês sabem o que significa coleta seletiva?
■ Como podemos fazer coleta seletiva na escola?
■ O que podemos fazer para contribuir com a coleta seletiva na nossa escola?
Nesse momento o professor deve registrar as hipóteses das crianças para que posteriormente elas reflitam sobre as mesmas e elaborem novos conhecimentos. Para tanto, o professor propõe as crianças fazerem inicialmente a coleta seletiva na sala de aula, separando o lixo dos materiais recicláveis, como o papel, o plástico, o metal e o vidro.

2º Momento: O professor deverá explicar as criança que, para cada tipo de material reciclado existe uma cor.

Nesse momento o professor traz para a roda quatro caixas de papelão para as crianças pintarem cada uma de uma cor (azul, vermelho, amarelo e verde). Depois as crianças escreverão o nome em cada uma delas conforme o exemplo. O professor deverá explicar as crianças sobre a coleta que iremos realizar na sala de aula, que será realizada diariamente. Ao final de cada semana o professor poderá junto às crianças verificar a quantidade maior e menor de materiais recicláveis (se é plástico, papel, plástico ou vidro).

Atividade 3 - Interpretando a música "É preciso reciclar"

1º Momento: O professor deverá distribuir a letra da música, cantar com as crianças e pedir para elas interpretarem a letra da música, questionando-as sobre a reciclagem e sua importância.

2º Momento: O professor deverá solicitar que as crianças ilustrem a letra da música “É preciso reciclar" da Turma da Mônica. A ilustração deve ser feita na folha que foi entregue com a letra da música.

OBS: A letra da música já deve esta exposta no mural da sala.

RECURSO DIDÁTICO: Letra da Música

MÚSICA: É preciso reciclar (CD Planeta Terra – Turma da Mônica)

Reciclar o lixo É a solução Pra acabar de vez Com a poluição.

O que é reciclado Logo se transforma E a gente reutiliza,

Mas de outra forma. Plástico vira bola. Papel vira sacola.

É só ter consciência Com o que se joga fora.

Na hora de jogar Separe o lixo direitinho

Assim você terá um mundo muito mais limpinho.

Reciclar, reciclar É preciso reciclar. Reciclar, reciclar

A gente tem que reciclar. E o lixo transformado Não será mais despejado

Nos campos, nos rios, Nas ruas e cidades.

Pra nossa felicidade Reciclar, reciclar É preciso reciclar. Reciclar, reciclar

A gente tem que reciclar.


RESPEITO AS DIFERENÇAS / TOLERÂNCIA

Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
■Possibilitar vivências em que as crianças reconheçam outras formas de resolução de conflitos, baseado no diálogo e na negociação.
Duração das atividades
Duas aulas Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
As relações entre as crianças.
Estratégias e recursos da aula
1º Momento


O professor deve propor momentos de brincadeiras e observar as crianças, o modo como resolvem os conflitos, as disputas, as diferenças de pensamento e maneira de ser.A partir daí propor uma conversa na roda com as seguintes perguntas:

■Quando um colega não deseja brincar com a gente, como cada um reage?
■Como devemos agir quando um amigo fica chateado conosco e não quer mais brincar?
O profesor registra as falas dos alunos na roda e depois propõe que cada criança anote suas reações, jeitos de resolver seus conflitos, depois eles devem ilustrar. Em seguida, o professor organiza um mural com o registro dos alunos para que todos possam conhecer as diferentes formas de resolver um problema quando está chateado.

2º Momento


O professor faz a Leitura do livro Pinote, o fracote, Janjão, o fortão de Fernanda Lopes de Almeida. Após a leitura inicia um diálogo na roda sobre a história. Sugestão de algumas questões para refletir com as crianças durante o debate:

■Por que o Janjão era o mais forte da turma?
■Por que o Janjão é o fortão?
■Por que o Janjão só mandava fazer coisas más?
■Por que os colegas aceitaram fazer aquelas brincadeiras?
■Por que o Pinote não fez nada?" Por que pinote era o fracote?
■Por que o Janjão é o fortão e não conseguia vencer o pensamento do Pinote?


Fonte:www.livrariacultura.com.br/.../resenha.asp?

Em seguida, sugere uma atividade individual de reescrita do texto mudando o final da história.

3º Momento:


O Professor propõe a construção de uma história coletiva baseada do livro de Fernanda Lopes de Almeida, uma outra versão do texto lido.

4º Momento:

Realizar uma brincadeira simbólica a partir da história lida. As crianças com a professora organizam a sala para a brincadeira, combinam entre elas quais os personagens que irão representar. Nessa atividade, o professor pode ser acresentar novos personagens de modo que todas as crianças da sala possam brincar.
Recursos Complementares
Leitura dos livros:

RUTH ROCHA . Quem Tem Medo de Dizer Não? Editora: Global 2002.

TODD PARR. Livro dos Sentimentos. Editora: Panda Books: 2006

Consulte o site http://www.rosangelatrajano.com.br/ acessando o link filosofia criança.
Avaliação
Verificar se houve mudanças na forma como as crianças lidam com os conflitos, as disputas e as diferenças.





Deixe seu recado